Translation

sábado, 26 de outubro de 2013

Até no melhor pano cai uma nódoa

Entrei na final do EURO da Áustria-Suiça contra a selecção francesa com a sensação de dever cumprido e independentemente do resultado sabia que a mensagem tinha sido passada: "Tudo é possível, basta acreditarmos que somos capazes e dar o máximo, o resto vem por merecimento ... até nas coisas pequenas, como em jogos" por Mim, Vítor Hugo Passos aka OestranhoGamer aka Cmind18 (ou CmindPT).


Os franceses entraram melhor e tiveram do lado deles a sorte de conseguir marcar no pior momento possível para a equipa adversária, minuto 45 (final da primeira parte de duas).
A equipa belga foi atrás do resultado na segunda parte mas um erro terrível do guarda-redes Proto deitou tudo a perder e nem mesmo um golo de Dembélé ajudaria a minha selecção a chegar ao empate.

(Da esquerda para a direita) Proto, Hoefkens, Vertonghen, Bart Goor e Sonck

Consegui colocar cinco jogadores no plantel dos melhores que participaram no EURO e até nem foi surpresa. Evoluíram imenso ao longo de toda esta aventura bem como eu.
Espero que tenham gostado desta segunda temporada e pode ser que um dia volte a pegar na serie para continuar a espalhar responsabilidade, diversão e muito moralismo mundo fora.
Obrigado a todos, até à próxima.

Shellshock 2: Blood Trails


O mercado de jogos está saturado dos "fps's" (jogos de tiros na primeira pessoa) mas às vezes num título menos conhecido ou mais esquecido ainda se vão encontrando alternativas viáveis.
Shellshock é pior graficamente que CoD's (Call of Duty's) e Battlefield e a jogabilidade não é nada demais mas tendo em conta o tema típico de guerra até que não se saíram mal a inovar.

Confiança + Carro

O evento de hoje era essencial para conseguir ganhar confiança na nova zona da cidade e assim começar a evoluir a investigação.
Nesta corrida estavam em jogo todos os registos dos carros presentes, ficando o vencedor com um à escolha.

Os meus jogos (Parte III)

Hoje trago-vos a minha colecção em crescimento da Nintendo Wii, contandoo já com um total de quatorze jogos.
Sempre adorei ter variedade nas minhas colecções e nesta não é diferente. Desde plataformas a desporto, tiros a aventuras gráficas, passando ainda por luta e acção.


Estes jogos ficaram por um total de 120€, dando uma média de 7€ e pouco cada um, tendo em conta que um deles é uma versão limitada e todos estão completos, nada mau.
Aproveito também para vos dizer que para já vou só mostrar fotos em conjuntos mas que com o evoluir desta crónica irei colocar cada vez mais detalhe sobre cada um dos títulos.

Os dois últimos jogados III

Recentemente andei a jogar Smackdown vs. Raw 2009 e Motorstorm Pacific Rift, como tal aproveitei para fazer mais um "post" com os dois últimos jogados e assim trazer-vos mais uma mini história.


O Presidente da WWE achou que poderia aumentar ainda mais as audiências acrescentando ao espectáculo uma vertente muito amada por todo o Mundo, automóveis. Obviamente que o objectivo não era só acrescentar carros às lutas mas criar um estilo alternativo combinando ambas as modalidades.
Por outro lado os "motorstormers" (organização que fundou o "desporto", motorstorm) precisavam de se publicitar ainda mais e sabendo do interesse da WWE na sua modalidade decidiram juntar o útil ao agradável, unindo forças.
Em algumas corridas começaram a aparecer lutadores de "wrestling" para publicitar e até alguns para concorrer, conseguindo mesmo um deles vencer uma das primeiras provas. Algo que chamou imensa gente foi o levantamento de alguns dos camiões, tanto chamou à atenção que o pessoal dos recordes do "guiness" acabariam por ser chamado e registar o maior levantamento feito por um ser humano de um camião.
Assim ambas as marcas cresceram e aumentaram os seus nomes, enchendo também os seus bolsos com os "Srs. Verdinhos".

Pesquisar neste blogue