Translation

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

O Capitão Hale está de volta

Consolas - Sega Dreamcast (Última)

Então última, como assim? Pois é pessoal, ao longo dos últimos dois meses fiz esta rubrica e que gosto foi, já para não falar que aprendi bastante sobre consolas.
Comecei pelas portáteis e saltei depois para as caseiras e não foi por acaso que a Dreamcast ficou para o fim. Decidi deixá-la para o fim por simplesmente ter sido a última da Sega antes de passar a dedicar-se exclusivamente ao "software" e como já vos falei várias vezes, sou um grande fã da produtora.
Após o desastre da Saturn a Sega tentou recuperar a sua fatia de mercado antecipando-se às rivais na sexta geração de consolas.


A Dreamcast foi lançada em 2001 e era bastante avançada para a altura. Os seus comandos tinham uma excelente ergonomia, os cartões de memória visual eram únicos e a livraria de jogos era muito interessante, no entanto só estaria em produção durante três anos, vendendo um total de 10 milhões de unidades.


Então porque falhou? O seu falhanço está ligado à falta de apoio das "third parties" muito pela facilidade com que se pirateavam jogos para ela, claro que o custo elevado da consola e o lançamento da Ps2 foram também marcantes para o seu insucesso.
A Ps2 tinha leitor de dvd e tendo em conta o custo dos leitores desse formato na época, esta era a alternativa mais barata. A Dreamcast usava um sistema próprio chamado grds que além de ser mais fácil de piratear, tinha menos capacidade.
Tudo isto arrumou uma já moribunda Sega, passando esta a dedicar-se só ao que fazia melhor, jogos divertidos e de qualidade.

Espero que tenham gostado da rubrica, que continuem a cá vir para ler/ver muito mais e aproveito para informar que nas próximas horas vou colocar uma mensagem com os links de todos os "posts" das consolas.

Memes d'OestranhoGamer Vol.18

Pesquisar neste blogue